Linguagens de Programação

Linguagens de Programação

Hoje em dia existe um movimento em ebulição no que diz respeito a linguagens de programação. É comum vermos programadores apaixonados pelas linguagens que utilizam e discussões intermináveis nas redes sociais sobre qual é melhor.

Mas será que existe uma linguagem de programação melhor? Acreditamos que não. Mas que existem linguagens mais ou menos indicadas para tarefas específicas.

Deixando de lado a discussão sobre qual linguagem de programação prevalece, um fato incontestável é de que o padrão REST/JSON é o mais adotado quando se fala em integração entre sistemas. É por isso que nossa API de emissão de documentos fiscais foi escrita desta maneira. Assim cada programador pode escolher a sua linguagem, e tem a certeza de que terá acesso à melhor API do mercado.

Conheça abaixo algumas das linguagens de programação mais utilizadas pelos nossos clientes para emitir documentos fiscais pela API da Focus NFe!

Java

A ideia inicial do projeto era criar novas tecnologias que permitissem a comunicação entre diferentes equipamentos presentes no cotidiano, no início da década de 90. O grupo de engenheiros iniciou o Projeto Green, na Sun Microsystems (atual Oracle). Mas, o mercado não estava pronto para receber tais tecnologias. No final, o projeto deu origem à linguagem de programação Java.

Com a popularização da internet, Java foi conquistando seu espaço na execução de aplicações em browsers (navegadores). Tornando-se uma linguagem básica para o desenvolvimento de aplicações Android, a maior plataforma mobile do mundo.

Hoje, Java é a linguagem mais popular no mundo sendo utilizada por empresas de todos os portes e segmento,  para o desenvolvimento de sistemas operacionais, mainframe, programas em dispositivos móveis, entre outros.

Confira alguns exemplos de códigos-fontes aqui.

JavaScript

Primeiro, precisamos esclarecer uma coisa: 

JavaScript não é Java!

Agora sim, apesar dos nomes parecidos as duas linguagens são bem diferentes. JavaScript foi desenvolvida pela Netscape, tendo a Sun Microsystems como um dos investidores. Foi por isso que o nome Java foi incorporado ao nome da nova linguagem de programação, mas a semelhança pára por aí, pois Brendan Eich (o criador da linguagem) precisava agradar à Sun mas não queria que a linguagem fosse a mesma. 

Mas o que é o JavaScript (JS)? 

É uma linguagem de programação criada para navegadores com o objetivo de proporcionar maior interatividade com as páginas de web. Padronizado pela ECMA Internacional e considerado a linguagem de programação Web mais popular do mercado, acessível em todos os navegadores.

Atualmente a JS é a principal linguagem de programação client-side em navegadores web. Começando a ser utilizada do lado do servidor através de ambientes como node.js.

Confira alguns exemplos de códigos-fonte aqui.

PHP

Primeiramente, a sigla vem de Personal Home Page Tools, criado por Rasmus Lerdorf para ser uma ferramenta prática e simples. O objetivo era de contabilizar o número de visitantes em páginas de web. 

Depois uma segunda versão de PHP, com novas funcionalidades como a de interpretar formulários, foi criada. Nesse segundo momento Lerdorf, disponibilizou o código fonte para outros programadores a fim de criar novos recursos à ferramenta. E, foi só em 1998, com Zeev Suraski e Andi Gutmans, programadores israelenses, que PHP se tornou uma linguagem de programação. Uma vez que os dois reescreveram o código fonte,  incluindo funções e características padrão de uma linguagem.

O nome permaneceu PHP, afinal, já havia um certo reconhecimento, o que mudou foi o significado da sigla, que passou a ser um acrônimo recursivo para Hypertext Preprocessor.

Hoje o PHP é uma das linguagens mais utilizadas no Brasil para o desenvolvimento de aplicações Web, desde pequenos websites até ERPs completos. Desenvolvedores utilizam o PHP puro ou, mais usualmente, em conjunto com frameworks.

Confira alguns exemplos de códigos-fontes aqui.

Python

Desenvolvida e distribuída pela Python Software Foundation, criada no começo dos anos 90. Considerada uma linguagem de alto nível, suporta diferentes padrões de programação e possui recursos importantes.

Phyton possui alta flexibilidade em leituras de código, linguagem sintaxe moderna e clara favorecendo a escrita de códigos que ficam organizados, é fácil de compreender e manter, sem perder a produtividade.

O principal uso dessa linguagem é em soluções complexas, aplicações web e jogos. Contudo, tem sido frequentemente usada em aplicações de técnica de Inteligência Artificial e Aprendizado de Máquinas.

Confira alguns exemplos de códigos-fontes aqui.

Ruby

Criado em 1995, pelo programador japonês Yukihiro Matsumoto, popularmente conhecido como Matz. Ruby é uma linguagem de equilíbrio entre a programação funcional e a imperativa. 

Tudo para dar forças a justificativa do criador, Matz, que queria desenvolver uma linguagem legível, fácil e agradável. Hoje é utilizada principalmente no desenvolvimento de aplicações web

Confira alguns exemplos de códigos-fontes aqui.

Rank das Linguagens

Segundo TIOBE, empresa especializada em avaliar e rastrear a qualidade de software, foram divulgados os dados sobre as posições das linguagens mais usadas no mundo. Os dados são comparativos de setembro de 2018 com 2019, confira:

Fonte: https://www.tiobe.com/

No que diz respeito a emissão de NFe, NFSe ou NFCe essas linguagens mencionadas podem ser utilizadas para emissão de documentos fiscais de forma direta com as receitas estaduais ou prefeituras, sem intermediários. Porém, se o objetivo é manter o foco da equipe de desenvolvimento nas funcionalidades do seu sistema, utilizar uma API comercial pode ser vantajoso. 

Quer conhecer todas as vertentes do Focus NF-e? 

Entre em contato conosco aqui. E, acompanhe também nossas atualizações através das nossas redes sociais:

Perfil no LinkedIn, Instagram e Twitter;

Página do Facebook;

Utilize uma API para emissão de documentos fiscais eletrônicos

Nota Fiscal eletrônica é assunto sério e pode dar muito trabalho para seu time de desenvolvimento. Mas você não precisa se preocupar e nem ter um custo alto para terceirizar a emissão destes documentos. A Focus NFé é uma plataforma especializada em documentos fiscais. Atua no mercado desde o surgimento desta tecnologia. Empresas de todos os portes já emitiram mais de 11 milhões de documentos fiscais.

Veja abaixo a lista de todas as APIs disponíveis na Focus NFe

  • NFe: Emita Nota Fiscal Eletrônica
  • NFSe: Nota de serviço com um formato único e simplificado
  • NFCe: Nota ao consumidor
  • CFe SAT: Em SP? Sem problemas, temos integração com SAT também.
  • CTe: Conhecimento de transporte eletrônico (inclusive CTe OS)
  • MDe: Receba por webhooks todas as notas emitidas para o seu CNPJ

Além de APIs acessórias úteis para o seu software.

  • CEP: Busca de CEPs sempre atualizada com a base de dados dos Correios
  • CFOP: Consulte todos os códigos fiscais de operação
  • NCM: Mantenha o cadastro de produtos de seu cliente sempre correto com o código NCM padronizado