O que acontece se eu não emitir nota fiscal?

You are currently viewing O que acontece se eu não emitir nota fiscal?

Seja para evitar burocracia ou para tentar reduzir custos, muitas empresas optam por não emitir nota fiscal em alguns casos. Mas essa prática pode acarretar consequências graves.

A NF é um documento imprescindível para uma boa gestão fiscal nas organizações. É por meio dela que se garante a segurança nas transações, tanto para o consumidor como para a empresa.

No artigo de hoje, vamos explicar a função geral das notas fiscais e quais os riscos e consequências de não emiti-las.

Acompanhe para ficar por dentro e evitar problemas em sua empresa!

Porque precisamos emitir nota fiscal?

A nota fiscal é o documento que o Fisco utiliza para acompanhar as transações comerciais e aplicar os devidos tributos. 

Não emitir nota fiscal impede que essa fiscalização seja feita, o que caracteriza uma irregularidade.

Além de ser uma garantia da legalidade da sua empresa perante o governo, a NF também traz segurança para o cliente, que percebe que seu negócio é confiável e legal.

Leia também: 7 vantagens de utilizar uma API para emissão de Notas Fiscais Eletrônicas

Consequências de não emitir nota fiscal

Agora, e quando a empresa opta por não emitir nota fiscal? Vamos analisar algumas consequências e riscos que essa prática pode acarretar.

Ser acusado de crime fiscal

A acusação de crime de sonegação fiscal pode levar o empreendedor a ser taxado com altas multas ou até mesmo ser preso.

O crime pode levar a uma pena de dois a cinco anos de prisão, dependendo do caso. Não vale o risco, não é mesmo?

Perder a credibilidade

Você faria negócios com uma organização acusada de crime fiscal? Difícil, né? Gerar situações que possam impactar negativamente na imagem da empresa é sempre arriscado. 

É claro que a questão primordial é manter o negócio dentro da lei, mas também é importante perceber como isso impacta na percepção de valor da sua marca pelo público.

Dificuldades para conseguir créditos

A quebra de credibilidade também impacta na hora de buscar um empréstimo junto a uma instituição financeira.

Um banco pode negar o fornecimento de créditos até mesmo se a empresa não tiver sido acusada de crime fiscal, mas quando percebe que existem irregularidades nos valores reais e os que foram declarados.

Negar direitos aos consumidores

Além de ser um documento para verificação fiscal, a NF também serve para registrar os aspectos do produto ou serviço fornecido. Isso é útil para o consumidor, permitindo que esse verifique se tudo aquilo que adquiriu está mesmo constando ali.

É a partir da nota fiscal que um consumidor pode, por exemplo, solicitar uma troca ou conserto em uma mercadoria defeituosa. Além disso, a NF pode ser usada para garantir a posse de um produto. Sem ela, isso ou não será possível ou será bem mais complicado.

Não emitir nota fiscal: Dicas finais

Como vimos, os riscos e consequências de não emitir nota fiscal são bem complicados. Por isso, busque sempre dar atenção para essa área da sua empresa.

Manter a saúde financeira da empresa começa com uma boa organização dos seus documentos fiscais. 

Confira mais artigos sobre documentos fiscais no blog do Focus NFe.

Deixe um comentário