Por que criar uma API?

You are currently viewing Por que criar uma API?

APIs são sistemas que reúnem rotinas, protocolos e ferramentas que permitem integrar softwares diferentes. Ainda que possuam diversas vantagens, desenvolvê-las não é um processo simples. Então por que vale a pena criar APIs?

Para quem tem como produto um sistema SaaS, é importante pensar em formas de manter o software sempre atualizado e com todas as possibilidades de uso ativas. Por isso, pensar em meios de integração é importante.

No artigo de hoje, vamos reunir alguns motivos para te ajudar a avaliar a importância de investir tempo e recursos para desenvolver esses elementos integradores.

O que faz uma API 

As chamadas APIs (Application Program Interface) possibilitam a comunicação entre dois programas distintos, mesmo que tenham sido desenvolvidos por meio de tecnologias e linguagens diferentes.

Essas integrações permitem que vários processos sejam otimizados, o que gera economia de tempo e recursos.

Leia também: Já é hora de buscar pela API Economy. Saiba o caminho.

Desafios na hora de criar uma API

Criar uma API pode ser um processo trabalhoso. Isso inclui desde a definição de seu escopo até o desenvolvimento e a hospedagem. Existem hoje alguns meios que facilitam a questão de infra-estrutura na parte de manutenção, como o Firebase da Google.

Alguns elementos podem intensificar o desafio, como por exemplo o desenvolvimento da primeira API em uma empresa. Isso porque até que a equipe compreenda o processo de desenvolvimento, é necessário um tempo de aprendizado em paralelo à programação.

Além disso, o número de usuários previstos para o uso inicial da API também é um detalhe que pode deixar o desenvolvimento mais complexo. Isso acontece pois o volume de pessoas usando o sistema ao mesmo tempo impacta na performance.

Vantagens de criar uma API

Como vimos, criar uma API pode ser um processo trabalhoso. Ainda com todas essas questões, criar APIs pode facilitar muito a rotina de quem trabalha com desenvolvimento de softwares.

Vamos ver algumas vantagens a seguir.

Maior flexibilidade de tecnologias

Sem uma integração, você acaba se tornando refém do sistema que usa. Caso a empresa fornecedora opte por retirar o sistema do ar ou fazer alguma alteração muito significativa, você pode ficar em maus lençóis.

Com uma API própria, você tem mais liberdade para transitar entre sistemas e não corre o risco de perder dados.

Garantia da integridade dos dados

As API permitem que os dados que transitam de um sistema a outro sejam conferidos e validados por meio dos sistemas de checagem. Ou seja, as APIs contribuem para verificar se as informações são consistentes. 

Ações customizadas ao criar uma API

Ao criar uma API própria, você pode atender a demandas específicas do seu negócio. Assim, algumas questões internas dos seus processos podem ser resolvidas ou otimizadas.

Facilidade na internacionalização

Quando um software começa a ser utilizado internacionalmente, vários detalhes precisam ser adaptados. Isso vai além do idioma: é preciso também adequar sistemas numéricos, fuso horários, moeda, unidades de medida e tantos outros, dependendo do mercado em que se atua. 

Criar uma API pode contribuir muito nesse caso, já que vai agilizar a troca dessas informações cambiáveis.

Confira mais conteúdos sobre documentos fiscais e SaaS em nosso blog.

Deixe uma resposta