Atualizações

Gatilhos de NFSe acionados para NFe conjugada

Foi publicada uma correção onde os gatilhos emitidos para NFe conjugada, ex: nota de serviço em Brasília/DF (utiliza NFe) e nota de serviço em Manaus/AM (utiliza NFCe em alguns casos) irão disparar também os gatilhos criados para NFSe, quando apropriado.

Para utilizar estes gatilhos é só criar um gatilho do tipo “nfse” que ele será acionado como esperado.

No caso de Brasília/DF, se houver um gatilho definido para NFe e outro para NFSe ambos serão acionados.


Local de entrega na DANFe

Agora os dados do local de entrega dos produtos irão aparecer na DANFe. O quadro irá aparecer apenas se os dados forem preenchidos. Lembramos que o local de entrega só precisa ser preenchido se ele for diferente do endereço do destinatário.


NFSe recebidas com dados completos

Foi realizada uma alteração no formato do JSON devolvido pelas NFSes recebidas. Agora é possível optar por receber os dados resumidos ou completos adicionando o parâmetro “completa=1“. Neste último caso, os dados completos do XML serão devolvidos, não sendo mais necessário fazer uma leitura manual do XML devolvido pela prefeitura.

A documenta de NFSes recebidas você encontra aqui.


Download de DANFe e DACTe de NFe e CTe recebidos

Agora é possível fazer o download da DANFe de NFe recebidas e do DACTe de CTe recebidos. A operação é muito parecida com o download do XML, apenas substituindo o sufixo “.xml” por “.pdf”, exemplo:

https://api.focunsfe.com.br/v2/nfe_recebidas/CHAVE_DA_NOTA.pdf

Isso irá redirecionar a requisição para o endereço onde está armazenado o DACTe ou DANFe. Caso sua biblioteca HTTP não conseguir fazer o redirecionamento, você pode capturar a URL deste PDF olhando o cabeçalho “Location” devolvido pela API.

Na nossa documentação você encontra a documentação completa das NFes recebidas e dos CTes recebidos.


Gatilhos para CTe

Agora também é possível criar gatilhos (webhooks) para Conhecimento de Transporte (CTe). O gatilho será acionado nas seguintes situações: emissão de CTe realizada com sucesso, erro na emissão de uma CTe e CTe Denegada.

Veja como criar um gatilho para CTe na documentação.


Exclusão de empresas disponível no painel da API

Para você que administra várias empresas em nosso painel, disponibilizamos a opção de cancelamento de empresa, desta forma você não precisará entrar em contato com o suporte para solicitar a exclusão.

Você pode excluir uma empresa de duas formas:

  • Pela API de revenda
  • Através do painel da API, na listagem de empresas, clicar no botão “Excluir”

Após a exclusão da empresa você não terá mais acesso aos documentos emitidos pela empresa, mas você poderá cadastra-la novamente no futuro se desejar. Qualquer dúvida entre em contato com o nosso suporte.


Emissão de MDFe por pessoa física

Agora é possível emitir o MDFe (Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais) através de pessoa física (usando CPF ao invés de CNPJ).

Para emitir uma MDFe desta forma basta informa o campo cpf_emitente no lugar do campo cnpj_emitente. Da mesma forma que na emissão usando CNPJ, será necessário o certificado A1 deste CPF.

A SEFAZ requer que sejam utilizadas as séries na faixa 920-969 para este tipo de emissão.

Veja a documentação completa da MDFe.


API de Revenda v2

A API de revenda foi migrada para a versão v2. Da mesma forma que as demais APIs desta versão será aceito apenas o formato JSON como comunicação.

Internamente houve uma grande reestruturação para permitir novas funcionalidades que estarão disponíveis apenas nesta versão da API de revenda.

Os passos para migrar sua implementação de comunicação com a API de revenda para a versão 2 são os seguintes:

  1. Por questões de segurança, preferencialmente envie o token usando método de autenticação Auth Basic. Saiba mais.
  2. Caso ainda não esteja usando, altere todas as chamadas para enviar e interpretar dados em formato JSON
  3. Com relação aos dados enviados, os campos serão os mesmos, apenas remova a chave superior “empresa” ao enviar dados da empresa para a API. Da mesma forma, altere a sua implementação para receber os dados sem esta chave superior em todas as chamadas.
  4. Caso utilize o ambiente de homologação por algum motivo. Utilize o endereço de produção acrescentando o parâmetro dry_run=1.

Encontre aqui a documentação completa da API de revenda v2.


NFC-e em Santa Catarina

Santa Catarina (SC) ainda é o único estado que utiliza a impressora fiscal, ECF, para emissão de cupons fiscais no varejo, enquanto outros estados já aderiram ao projeto nacional do modelo eletrônico, NFC-e.

Recentemente, SC publicou o DECRETO Nº 555, DE 13 DE ABRIL DE 2020 que indica a utilização de um equipamento homologado para uso em conjunto com o PAF, programa para aplicação fiscal. Ainda sem data definida e mais detalhes da operação, podemos entender que a intenção é o uso de um sistema parecido com o SAT em São Paulo, ou, ainda, O MD-e no Ceará.

O decreto ainda determina que a impressora fiscal (ECF) permanecerá como dispositivo de contingência.

A informação é polêmica para algumas pessoas, pois vai contra o movimento nacional de uso da NFC-e que é completamente digital. No entanto, podemos considerar como um avanço em relação ao sistema atual e as antigas impressoras de cupom fiscal.

Fique atento às novidades! Manteremos todos informados com as mudanças na emissão do cupom fiscal em Santa Catarina.