Carga tributária no Brasil e o impacto nas empresas

Ludmila Ferreira

Conteúdo

A carga tributária no Brasil é considerada uma das mais altas do mundo, e isso tem um impacto significativo nas empresas brasileiras. Uma vez que o sistema tributário é complexo, com uma grande variedade de impostos, taxas e contribuições. 

Segundo alguns dados do Banco Mundial, o período de horas que uma empresa brasileira gasta por ano para quitar seus impostos é 6 vezes maior que no Caribe por exemplo. 

Como resultado, as empresas brasileiras enfrentam um fardo tributário considerável, que pode consumir grandes porcentagens de sua receita.

Por isso, é fundamental que as empresas façam um planejamento tributário para conseguir cumprir com todos os seus custos. A fim de garantir o crescimento e a sustentabilidade da empresa.

Principais impostos federais que compõem a carga tributária no Brasil

O regime tributário de uma companhia é o que determina os impostos a serem cobrados.

As empresas que faturam até R$3,6 milhões por ano e são enquadradas no Simples Nacional, terão uma alíquota de arrecadação entre 16% e 22%. 

Agora, aquelas que fazem parte do Lucro Presumido, calculam seus  impostos com base na margem de lucro pré-definida. 

Por fim, as de Lucro Real, com faturamento superior a R$78 milhões, devem pagar o imposto de renda conforme o lucro contábil apurado. 

Vejamos a seguir os principais impostos federais envolvidos na carga tributária no Brasil.

Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ)

O imposto devido é determinado pela aplicação do regime tributário e o faturamento da empresa.

Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL)

Consiste no pagamento de contribuições para a Seguridade Social.

Programa de Integração Social (PIS)

Nesse caso, as micro e pequenas empresas e companhias de Lucro Presumido recolhem 0,65%, enquanto as de Lucro Real recolhem 1,65%, como outro valor pago para o benefício de seguridade do trabalhador.

Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI)

Este imposto se aplica a produtos fabricados e vendidos no Brasil ou no exterior.

Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS)

No COFINS uma alíquota entre 3% e 7,6% é cobrada com o objetivo de garantir e assegurar os direitos fundamentais dos trabalhadores.

Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS)

Trata-se de um recolhimento mensal que visa garantir a aposentadoria do trabalhador no futuro.

Como é possível perceber, são muitos os impostos e taxas cobrados das empresas, o que pode gerar limitações e impactar a rotina diária das organizações. Entenda mais no próximo tópico. 

Impacto da carga tributária nas empresas 

Apesar de ser um dos principais fatores de crescimento da economia nacional, a carga tributária no Brasil também tem um efeito negativo em empresas de todos os tamanhos. 

O alto volume de impostos e taxas cobradas das empresas por vezes as levam a terem menos dinheiro para reinvestir em seus negócios, o que pode limitar o crescimento. 

Por exemplo, uma companhia precisa arcar com diferentes tipos de impostos federais, estaduais e municipais, entre eles o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e o ISS (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza). 

Estes tributos são destinados a investimentos em serviços essenciais, mas o peso da alta carga tributária é sentido pelo setor contábil e financeiro. Assim, esse fator desgasta a equipe contábil pela quantidade de tempo necessária para cálculo e pagamento dos impostos. 

No Brasil, 1 a cada 200 funcionários de uma empresa trabalha no setor contábil, enquanto nos Estados Unidos a proporção é de 1 para mil.

Apesar da carga tributária brasileira ser relativamente baixa em comparação a outros países, ela representa um grande desafio para as empresas. Calcular o valor dos tributos e cumprir todas as regras exigidas pelo Fisco são tarefas complexas e burocráticas, exigindo cerca de 1.950 horas e 1,5% do faturamento anual para serem cumpridas. 

Em 2016, esse gasto representou R$60 bilhões para todas as companhias do Brasil. Nos Estados Unidos, por exemplo, a carga tributária é maior chegando a 40% se comparado a do Brasil que é de  34%. Porém o índice que é indicado como porcentagem do Produto Interno Bruto (PIB) é de 25,4% nos EUA enquanto aqui é de 35,95%.

Conclusão

O complexo sistema tributário brasileiro pode ser difícil de entender para muitas empresas, o que leva a erros e mal-entendidos. Além disso, a carga tributária brasileira tem um enorme impacto no custo de produção das empresas. 

Logo, a reforma tributária tem se mostrado cada vez mais necessária, uma vez que seu objetivo é simplificar a arrecadação de tributos e tornar a economia mais competitiva. Dessa forma a população terá mais dinheiro para gastar, aumentando assim a produção industrial e o desenvolvimento do país. 

Isso contribuiria para aumentar a competitividade do Brasil no cenário internacional e criar condições favoráveis para o crescimento da economia interna.

Existe uma proposta em análise no Congresso que tem o objetivo de unificar alguns impostos e acabar com as isenções fiscais. Mas ela não prevê a redução da carga tributária no percentual do PIB. 

Por essa razão, é importante que as empresas busquem alternativas para reduzir os custos tributários dentro dos limites legais, elaborando um planejamento tributário eficiente.

Conheça a solução para emissão de documentos fiscais da Focus NFe.

Picture of Ludmila Ferreira

Ludmila Ferreira

Assistente comercial e marketing na Focus NFe. Apaixonada por vôlei, música e livros.

Inscreva-se em nossa newsletter​

Receba nossos conteúdos exclusivos em primeira mão.

Explore outros conteúdos:

Nota Fiscal
Luciano Romaniecki

Rejeição 611: como resolver GTIN (cEAN) inválido? Saiba aqui!

O cEAN inválido é um dos vários erros que podem ocorrer no momento da emissão de uma nota fiscal. Basicamente, o cEAN tem a ver com o código de barras do produto informado na NF-e.

Estes erros podem ser causados desde o preenchimento incorreto de informações, ou até mesmo confusão com dados importantes.

Por isso, o artigo de hoje é para você que precisa emitir documentos fiscais com frequência e não sabe o que fazer quando se depara com esse equívoco.
Mas antes, vamos entender mais sobre o que é e o que pode causar essa rejeição na hora de emitir uma < a href="https://focusnfe.com.br/blog/nfe/" target="_blank">NF-e. Vamos lá?

Leia mais »
Polyfill.js e Malware em Código Aberto: O que Você Precisa Saber
Tecnologia
Yuri Corredor

Polyfill.js e Malware em Código Aberto: O que Você Precisa Saber

No mundo do desenvolvimento, bibliotecas de código aberto desempenham um papel crucial na criação de aplicativos. No entanto, essas bibliotecas também podem representar riscos significativos se não forem gerenciadas corretamente. Um exemplo recente é o caso da biblioteca polyfill.js, que sofreu um ataque de cadeia de suprimentos, afetando milhares de sites ao redor do mundo.

Leia mais »
Modelo de receita para SaaS: saiba principais tipos e como definir
SaaS
Ricardo Acras

Modelo de receita para SaaS: saiba principais tipos e como definir

Existem diversos tipos de modelos de receita para SaaS, cada um com suas particularidades e benefícios. Entre os mais comuns, destacam-se o modelo de assinatura, o modelo baseado em uso, o modelo freemium e o modelo de preços personalizados.

Um modelo de receita ideal reúne as melhores estratégias de monetização com o objetivo de garantir a viabilidade financeira e o crescimento da empresa.

Mas para definir o modelo mais adequado, é imprescindível entender todo o processo de vendas. Incluindo o perfil do público alvo, as demandas que você vai solucionar e os objetivos de crescimento da empresa.

Leia mais »