Como emitir NFSe em cidades diferentes com um mesmo sistema

Como emitir NFSe em cidades diferentes com um mesmo sistema

As empresas que possuem filiais em diversas cidades brasileiras muitas vezes se deparam com o desafio de emissão da Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFSe). Principalmente quem  trabalha com um alto volume de documentos fiscais. Porque, como esse modelo é municipal – portanto, de responsabilidade da Prefeitura – é preciso verificar como o sistema de cada uma se comporta e entender a problemática toda para emitir suas notas.

Esta postagem vai ajudar a entender melhor o assunto e buscar soluções viáveis para economizar o seu tempo. Veja abaixo!

Os procedimentos variam. E agora?

A emissão de NFSe é variável em cada município, uma vez que cada prefeitura tem suas particularidades. Sendo assim, emitir a Nota Fiscal de Serviço Eletrônica em diversas cidades sem uma API especializada pode causar uma grande dor de cabeça aos desenvolvedores. Sabendo disso, o Focus NFe aborda o problema e mostra como contorná-lo.

São procedimentos e leis municipais diferentes em cada cidade, tornando o desafio grande. As variações começam já no ato de credenciamento para começar a emitir NFSe. Determinadas Prefeituras solicitam a habilitação pelo próprio site. Outras, que o empreendedor ou seu representante imprima os documentos e leve presencialmente ao órgão.

Também existem diversas outras particularidades que variam conforme a municipalidade. Citamos a utilização da data de competência e/ou data de emissão, o que pode trazer impactos no momento certeiro da emissão da Nota e como o processo pode ser executado.

Tem ainda variações como a obrigatoriedade do certificado digital, o uso de usuário e senha, sem falar do regime especial de tributação. Um evidente obstáculo é que não existe um local centralizado, onde constam todas as notas emitidas em diversas prefeituras. É, desde sempre, um fator que dificulta o controle e a gestão do negócio.

O contador precisa de conhecimento

Além dos citados problemas, a relação com o contador é algo que pode ser problemático. Mesmo com o modelo eletrônico se popularizando no Brasil, ainda há muitos profissionais atuando no mercado sem saber lidar com a emissão da NFS-e de forma automática. E, diante de um sistema tributário complexo como o municipal, a tarefa não é das mais simples.

Os transtornos aparecem quando a contabilidade não entende como automatizar os procedimentos no site da respectiva Prefeitura e nem como cada uma delas se comporta. Por isso mesmo é fundamental buscar um contador que já demonstrou conhecimento a respeito da emissão, via integração, com os sistemas municipais. E não apenas da NFSe em si!

Integração automática nas Prefeituras

Gerar manualmente a NFSe é algo bem complexo, porque o sistema de cada Prefeitura funciona de um jeito. Dito isso, é melhor emitir as notas fiscais de serviço de maneira rápida e simples através da automatização. Mas muitas cidades não permitem essa facilidade, atrapalhando a produtividade e abrindo margem a erros.

Apenas sistemas de Nota Fiscal Eletrônica mais modernos conseguem emitir em tais municípios. Algumas empresas até desenvolveram uma API para NFSe que não apenas unifica a emissão em todas as cidades, como também as emite de modo totalmente automatizado.

Como agilizar a emissão da NFSe

A tal automatização dos processos fiscais é uma das principais soluções para evitar os problemas com o Fisco e não perder dias com ações e tarefas burocráticas. Logo, contrate um software para gerar os seus documentos de forma rápida, segura e sem mais dificuldades.

Ademais, o sistema emissor de NFSe contratado deve compreender como superar as instabilidades das Prefeituras e como cada uma delas se comporta. É plenamente possível acionar uma série de rotinas automáticas que não precisam de muitas  intervenções na sua empresa.

Para quem possui negócios através de filiais em cidades distintas, uma API de nota fiscal moderna te deixa focado no ‘core business’.

A novidade da NFSe Nacional

Os mais atentos precisam saber da novidade que pode facilitar a vida: a NFSe Nacional. Trata-se de iniciativa do Governo Federal para padronizar esse tipo de documento em todo o território do país. A ideia é aplicar os ensinamentos adquiridos com a Nota Fiscal de Produto (NFe).

Que a legislação tributária e fiscal do Brasil é bastante complexa, todos sabemos. Entretanto, há maneiras de simplificar a emissão de NFSe. A Nota Fiscal de Serviço tem particularidades conforme a cidade e fazer os procedimentos manualmente é totalmente inviável, principalmente para quem trabalha em diversos municípios.

Focus NFe

Se quiser entender melhor como realizar de forma prática, acesse as informações a respeito da emissão das Notas Fiscais Eletrônicas. Uma alternativa que deixamos é testar o Focus NFe gratuitamente por 30 dias. Não perca!