Como vender software pela Internet?

You are currently viewing Como vender software pela Internet?

Quando falamos em vender software, podemos perceber vários aspectos específicos que só esse mercado tem. Contudo, a verdade é que por trás de qualquer venda, existem alguns detalhes comuns na maioria dos cenários.

Ainda assim, criar um método de vendas não é uma tarefa tão simples. Por mais que existam muitas dicas por aí, cada caso é um caso.

É preciso conhecer muito bem o seu negócio para desenvolver uma fórmula de vendas adequada, que equilibre um bom ritmo de vendas com os recursos que você tem disponíveis.

Se você está se organizando para começar a vender um software pela internet, acompanhe o artigo de hoje para conhecer nossas dicas para fortalecer suas vendas.

Dicas de como vender software pela internet

1. Conheça o seu público

Toda relação de venda é baseada em uma troca: você entrega uma solução enquanto seu consumidor dá sua parcela financeira.

Mas quais são os motivos que levam seu cliente a estar disposto a fazer essa troca? Quais são suas principais necessidades? Como o seu produto ajuda a resolver os problemas desse público?

Sem conhecer a fundo os clientes que você já atende e pretende atender, sua estratégia de vendas acaba ficando sem foco. Por isso, busque saber tudo sobre quem você atende.

Leia também: 4 dicas para escalar a sua empresa SaaS.

2. Deixe claro o valor do seu produto

Conhecendo bem o público, é possível exaltar o valor que o seu software oferece.

O valor de um produto tem a ver com os benefícios que oferece em relação aos custos que cobra por eles. Sim, é a velha história do custo X benefício.

Para colocar o valor do produto em evidência, é preciso ter na ponta da língua as funcionalidades, diferenciais e detalhes específicos do seu sistema, somados às informações do cliente, como comentamos.

Assim, fica muito mais fácil defender a sua venda, alinhando as necessidades do consumidor aos benefícios que você oferece com o software.

3. Capriche na pesquisa de mercado

Além de conhecer bem o público e o seu próprio produto, é preciso ficar de olho na concorrência.

Conhecer bem as outras soluções em softwares que estão disponíveis no mesmo mercado que o seu é uma ação estratégica poderosa.

É por meio dessas informações que você vai saber os pontos fortes e fracos tanto das outras empresas como da sua, quando em comparação com as demais. 

Essa é uma ação que precisa acontecer de forma recorrente: o mercado está em constante mudança e a observação da concorrência deve ser parte das ações cotidianas.

Ou seja, fazer aquela pesquisa de dois ou três competidores uma vez por ano pode não ser o suficiente. Vigie constantemente!

4. Explore estratégias de marketing digital

Como estamos falando sobre vender software pela internet, é claro que o marketing digital iria aparecer por aqui.

Entre as diversas ações possíveis dentro das técnicas de marketing online, no mercado de software indica-se muito o uso de marketing de conteúdo.

Essa estratégia te ajuda a se posicionar como autoridade no mercado, fortalecendo o seu relacionamento com o cliente.

É interessante aliar a criação de conteúdos relevantes com sistemas de automação, para gerenciar seus contatos e filtrar aqueles que estão em diferentes estágios da jornada de compra.

Além disso, vale a pena conjugar isso com anúncios no Google Ads, criados de forma estratégica para alcançar palavras-chave que possam trazer um bom retorno.

5. Personalize o que for possível

Como falamos na parte sobre conhecer o público, todo cliente tem problemas, desejos e necessidades.

Se o seu software tiver a possibilidade de flexibilizar alguns detalhes para atender demandas específicas, isso pode gerar oportunidades de venda melhores.

Além disso, vale a pena pensar em personalização na hora de fazer o atendimento. Uma dica preciosa é pensar em estudos de caso que evidenciem a resolução dos principais problemas, para ajudar o cliente a vislumbrar a sua questão sendo resolvida.

6. Procure vender software para pequenas e médias empresas

Não é segredo que o sonho de qualquer empresa é vender software para as grandes corporações.

Mas aqui no Brasil, as PMEs (pequenas e médias empresas) são extremamente relevantes. Essas organizações têm crescido e buscado melhorar seus processos de gestão.

Por isso, ao definir o seu público, avalie se as PMEs não seriam também uma possibilidade para oferecer os seus serviços.

7. Acompanhe seu cliente antes, durante e depois da compra

Nem só do momento da venda se faz o relacionamento com o cliente.

Uma das grandes falhas das empresas de software é subestimar o pós atendimento. É justamente nesse momento que você pode demonstrar ainda mais valor no seu serviço!

Não adianta fazer todo o processo pré-venda com a maior atenção, fechar um pacote de serviços bom para as duas partes e depois abandonar o cliente.

Organize o seu time de vendas para que exista um sistema proativo de atendimento pós-venda, para garantir que o cliente alcance o sucesso usando o seu produto. 

Confira mais conteúdos sobre o mundo SaaS em nosso blog.

Deixe uma resposta