Como verificar a disponibilidade da Sefaz para NF-e?

Como verificar a disponibilidade da Sefaz para NF-e?

A Sefaz pode estar inacessível no momento em que você for consultar a NF-e por vários motivos. Isso pode ser um problema para a sua empresa, atrasando a emissão de notas e consequentemente as vendas. Nesse caso, como verificar a disponibilidade do Webservice da Sefaz para a NF-e?

Hoje vamos mostrar como consultar se os servidores da Sefaz estão disponíveis ou não.

Mas antes, você sabe o que é a Sefaz e o que ela faz?

Sefaz

A Sefaz é a abreviação de Secretaria da Fazenda e é um órgão situado em cada estado brasileiro. Logo, tem por responsabilidade fiscalizar, pagar e controlar os recursos públicos de cada UF, bem como o controle das receitas e despesas estaduais.

Com a Sefaz é possível realizar consultas de CT-e (Conhecimento de Transporte Eletrônico), NF-e (Nota Fiscal Eletrônica) e NFC-e (Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica). Até mesmo realizar cadastros de ICMS e ITCMD,  consulta de certidões, pagamento IPVA e impressão de guias de pagamento entre outros tipos de serviços,

E quando a Sefaz está fora do ar? Como verificar a disponibilidade para consulta de NF-e? Acompanhe o passo a passo:

Verificando a disponibilidade da Sefaz para NF-e

Há duas forma de consultar a disponibilidade da Sefaz para NF-e: por meio do portal da Sefaz e via Webservice 

Verificando via portal da Sefaz

Acesse o portal nacional da Sefaz pelo link:

http://www.nfe.fazenda.gov.br/

Na página inicial, clicando no menu “consultar disponibilidade”, você pode verificar qual é o status dos serviços da Sefaz em cada estado no momento da consulta. 

Como o site passa por atualizações a cada 5 minutos, atualize a página conforme a sua necessidade.

Após entrar no menu de consulta, vai abrir a página com o quadro “Visão Geral de Disponibilidade dos Serviços”.

Quando aparece o status de cada estado, é possível identificar a disponibilidade conforme a cor, como descrita na legenda que se encontra abaixo do quadro:

Apesar de não ser muito comum, é possível que status não seja tão preciso. Isso significa que pode ser que o status mostre a Sefaz disponível, mas na realidade o sistema esteja com problemas internos. Por isso, fique atento.

Verificando via Webservice

A segunda maneira de verificar a Sefaz é acessando o endereço de cada Webservice pelo navegador de internet. Em primeiro lugar, identifique a URL do Webservice a ser testado. 

Em seguida, clique na opção “Relação de Serviços Web”, no menu. Assim serão listadas todas as URLs de todos os Webservices de cada Ambiente Autorizador, contendo uma legenda na parte superior da página para identificar as URLs de cada Ambiente.

Observe que ao clicar sobre a sigla do Ambiente, você será levado para as URLs correspondentes.

Ao clicar na sigla da UF, uma lista de URLs vai aparecer e então copie as que deseja testar.

Na sequência, abra uma nova aba ou janela em seu navegador de internet, coloque a URL na busca e execute.

Então, selecione o seu certificado e clique em “OK”.

Uma mensagem deve ser exibida dizendo se o serviço está disponível, como na imagem:

Sefaz indisponível: e agora?

Quando a Sefaz está indisponível, um servidor reserva entra em ação para suprir a demanda. Dessa forma, quando o servidor principal do sistema está fora do ar, é possível continuar emitindo notas NF-e através de APIs de emissão. 

Com a API do Focus NFe por exemplo, é realizada uma conexão com esse servidor reserva e as emissões continuam em andamento.

Já no caso da NFC-e, nossa API emite a nota de forma interna mesmo com o sistema SEFAZ fora do ar. Assim que o sistema fica disponível novamente, a nota é enviada automaticamente.

Isso garante que empresas que emitem notas fiscais NFe e NFCe continuem realizando a emissão mesmo se houver queda do serviço da Sefaz. 

Mas fique atento, pois não são todas as notas que possuem um servidor reserva ou formas de emitir quando o sistema está fora do ar, como  é o caso da nota NFSe.

Por isso, buscar uma forma automatizada de emissão pode ser a solução.

Teste nossa API gratuitamente por 30 dias