Correção automática de NFCe com erro de timeout em São Paulo

Egon Hilgenstieler

Conteúdo

Nos estados onde há contingência offline para NFCe, se a SEFAZ ficar fora do ar, a emissão é feita automaticamente via contingência offline. A nota é efetivada quando a SEFAZ volta a ficar disponível. Em algumas situações, a SEFAZ fica instável e autoriza a nota sem nosso conhecimento, dando erro de “timeout” na conexão. Nesses casos a API cancela automaticamente a nota em duplicidade.

O problema ainda existia em estados que não possuem contingência offline, como São Paulo. Nestes casos poderia haver erro de duplicidade se a SEFAZ tivesse um erro de “timeout” no momento de autorização da nota.

Alteramos o comportamento da API agora para agendar uma correção no caso de suspeita de erro de timeout. Nossa API faz uma consulta da nota, e caso ela esteja autorizada, cancelamos automaticamente a nota com a mensagem “NFCe cancelada devido a erro de timeout na tentativa original”. A nota com erro de timeout é sempre cancelada, mesmo que não tenha nenhuma nota autorizada com a mesma referência.

Acrescentamos uma nova chave na consulta de uma NFCe, chamada “tentativas_anteriores” que devolve um array de notas com todas as tentativas anteriores que resultaram em timeout e que foram canceladas (pois pode ter havido mais de uma tentativa na mesma referência). Abaixo segue um exemplo possível de retorno:

{
  "cnpj_emitente": "28999399000136",
  "ref": "46262079",
  "status": "autorizado",
  "status_sefaz": "100",
  "mensagem_sefaz": "Autorizado o uso da NF-e",
  "chave_nfe": "NFe35230428199999000136650010009920901420209841",
  "numero": "90",
  "serie": "1",
  "protocolo": "135230310999953",
  "caminho_xml_nota_fiscal": "/arquivos/28999399000136/202304/XMLs/35230428199999000136650010009920901420209841-nfe.xml",
  "caminho_danfe": "/notas_fiscais_consumidor/NFe35230428199999000136650010009920901420209841.html",
  "qrcode_url": "https://www.nfce.fazenda.sp.gov.br/?p=NFe35230428199999000136650010009920901420209841",
  "url_consulta_nf": "https://www.nfce.fazenda.sp.gov.br/consulta",
  "tentativas_anteriores": [
    {
      "status": "cancelado",
      "chave_nfe": "NFe35230999999999000136650010009920881211857222",
      "numero": "88",
      "serie": "1",
      "protocolo": "135230310368696",
      "caminho_xml_nota_fiscal": "/arquivos/28165341000136/202304/XMLs/35230999999999000136650010009920881211857222-nfe.xml",
      "caminho_xml_cancelamento": "/arquivos/28165341000136/202304/XMLs/35230999999999000136650010009920881211857222-can.xml"
    }
  ]
}

Caso você queira acompanhar as notas canceladas nesta situação, é possível criar um webhook com o tipo “nfce_correcao_timeout” que sua aplicação será notificada de cada cancelamento que acontecer nesta situação.

Egon Hilgenstieler

Egon Hilgenstieler

CTO e cofundador do Focus NFe, desenvolvedor, professor de yoga e praticante de meditação. Enquanto não está programando, procura a resposta para a vida, para o universo e para tudo mais.

Inscreva-se em nossa newsletter​

Receba nossos conteúdos exclusivos em primeira mão.

Explore outros conteúdos:

calculadora sob uma mesa com papéis com anotações.
Nota Fiscal
Welker Zigante

O que é DIFAL do ICMS? Entenda como funciona e quem paga!

O termo Diferencial de Alíquota (DIFAL) se refere ao recolhimento do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e busca promover equidade tributária entre os estados brasileiros.

Empreendedores como proprietários de e-commerces que realizam compras fora do estado e vendem para consumidores finais, precisam considerar as variações nas alíquotas do ICMS entre os estados.

Logo, dada a complexidade dessa legislação, compreender o que é e como funciona o DIFAL pode ser desafiador, especialmente devido às diferentes alíquotas e leis em cada um dos 26 estados e no Distrito Federal relacionadas ao ICMS e aos produtos e serviços tributados.

Acompanhe o nosso post de hoje e compreenda melhor esse processo.

Leia mais »
/nota-tecnica-2016-003
Nota Fiscal
Junior Muniz

Nota Técnica 2016.003: confira a nova tabela de NCM!

A Nota Técnica 2016.003, publicada em dezembro de 2016, é um documento fundamental para a emissão da Nota Fiscal Eletrônica (NF-e). Ela define a tabela de Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM) e as Unidades de Medidas Tributáveis (Utrib) a serem utilizadas na NF-e.

Desde que foi lançada, a Nota Técnica 2016.003 passou por diversas alterações, a fim de atualizar a tabela de NCM e Utrib conforme as mudanças da legislação e as necessidades do mercado.

A seguir, abordamos em detalhes todas essas mudanças nas diferentes versões da Nota Técnica e quais códigos foram incluídos e excluídos do documento.

Leia mais »