O que são metodologias ágeis e como isso ajuda o meu negócio?

You are currently viewing O que são metodologias ágeis e como isso ajuda o meu negócio?

A palavra “ágil” vem do latim agĭlis e é um adjetivo que remete a algo ativo, rápido, eficiente. Mas no contexto de tecnologia, as chamadas Metodologias Ágeis representam mais do que uma forma acelerada de se desenvolver produtos e serviços.

É claro que essas metodologias impactam em uma entrega mais veloz das atividades. Afinal, todas elas buscam fazer ciclos de desenvolvimentos mais curtos, pegando feedbacks mais rapidamente com o cliente, ou seja, errar rápido para corrigir rápido.

A grande questão é que existe toda uma conceituação por trás da ideia do ágil no contexto de empresas de tecnologia, formada por princípios e valores.

Para te deixar por dentro dos detalhes sobre isso, neste artigo vamos comentar sobre a origem das metodologias ágeis e explicar em linhas gerais as principais delas.

Vamos lá?

O Manifesto Ágil

Em 2001, um grupo de 17 desenvolvedores de software se reuniram para discutir suas práticas de trabalho. Ao longo do processo, perceberam que haviam conceitos centrais em suas ações, mesmo que usassem estratégias e táticas diferentes.

Quando notaram esses pontos semelhantes, eles decidiram posicionar suas ideias escrevendo um manifesto.

Nesse documento, deixaram evidentes quais os valores e princípios que eles consideravam mais relevantes para que as empresas de software desenvolvessem suas atividades de forma eficiente.

Você pode conferir a versão original do Manifesto Ágil aqui (disponível em inglês).

Valores centrais das metodologias ágeis

Com base no que os especialistas perceberam que seria útil para todas as formas de desenvolver softwares, os seguintes valores foram descritos:

  • Focar mais nos indivíduos e suas interações do que nos processos e ferramentas
  • Focar mais no software em funcionamento do que em uma documentação abrangente
  • Focar mais na colaboração com o cliente do que na negociação de contratos
  • Focar mais em responder a mudanças do que em seguir um plano fixo

Você consegue perceber como essas ideias focam mais na relação do cliente com o desenvolvedor do que no produto em si?

É muito mais sobre o porque fazer algo do que como fazer. É por isso que as metodologias variam, mas a essência do pensamento ágil se mantém.

Passadas algumas décadas, esses valores ainda são relevantes e têm contribuído para que as metodologias estejam sempre se atualizando sem perder o foco.

Os impactos na empresa

Além de fortalecer a relação entre cliente e desenvolvedor, vale ressaltar que o grande impacto da aplicação das metodologias ágeis será na cultura organizacional.

A cultura organizacional tem a ver com a forma como uma empresa está acostumada a desempenhar suas atividades.

Em muitos casos, colocar uma metodologia ágil em prática vai significar mudar certas práticas que podem estar bastante enraizadas.

Algo que se destaca nesse sentido é a abordagem incremental que essas metodologias propõem.

A ideia é implementar rapidamente, para testar rapidamente e desenvolver com mais qualidade, baseando-se no feedback do cliente.

Os benefícios das metodologias ágeis

O foco no cliente que as metodologias ágeis oferecem pode trazer benefícios para a empresa tanto na qualidade quanto na eficiência das ações.

Entre eles, podemos citar a melhoria na produtividade, pois permitem que mais entregas simultâneas sejam desenvolvidas.

Além disso, os colaboradores tendem a se engajar de forma mais efetiva com os projetos. Isso também leva à redução de falhas nos projetos, já que a atenção a eles será mais próxima.

Por fim, o objetivo final é aquele que toda empresa almeja: deixar o cliente satisfeito. Isso fortalece não só a relação com esse cliente em si, mas aumenta a probabilidade de ele indicá-lo a outros, o que é uma excelente forma de alcançar novos clientes.

6 exemplos de metodologias ágeis

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a essência das metodologias ágeis, vamos dar uma olhada em alguns exemplos.

Separamos as 6 principais metodologias que têm sido aplicadas em grandes empresas de software, trazendo resultados eficientes.

  • Scrum: divide as ações entre papéis dentro da equipe e desenvolvem ciclos de 2 a 4 semanas, chamados sprints. Saiba mais sobre Scrum.
  • Kanban: sistema que facilita o entendimento dos processos produtivos por meio de um quadro, trazendo a percepção visual. Saiba mais sobre Kanban.
  • Lean: com foco em eliminar o desperdício, esse método procura sistematizar os problemas para buscar as melhores soluções.
  • Feature Driven development (FDD): busca pautar o desenvolvimento do software de forma leve e interativa, focando nas funcionalidades que vai oferecer.
  • Extreme Programming (XP): método indicado para projetos que ainda não tem todos os detalhes definidos, de modo que vão sendo desenvolvidos ao mesmo tempo que a programação.
  • Microsoft Solutions Framework (MSF): conjunto de boas práticas propostas pela Microsoft que estão em desenvolvimento desde a década de 1990.

Como escolher a melhor metodologia ágil?

A aplicação dessas metodologias ágeis vai impactar a organização em todos os níveis, independente de qual método seja. 

Não existe uma metodologia melhor que a outra e sim aquela que a sua empresa se adapta melhor. 

Sem a construção de um ambiente empresarial favorável ao desenvolvimento de ações flexíveis, voltadas à inovação, essas metodologias se tornam impraticáveis.

Lembre-se: conheça a sua organização e adapte-se!

Confira mais conteúdos sobre o mundo SaaS em nosso blog.

Deixe um comentário